IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

sábado, 2 de julho de 2016

Renault Clio passa por reestilização no mercado europeu




Se no Brasil a expectativa é de que o Renault Clio seja substituído em breve pelo Kwid, no mercado europeu o modelo - atualmente em sua quarta geração, lançada em 2012 - completa 26 anos, acumulando 13 milhões de unidades comercializadas em todo o mundo, e passa por um face-lift para manter sua atratividade. De frente, destaque para os faróis com novo estilo interno (incorporando luzes diurnas de LED, antes postas nas extremidades da grade frontal), novos para-choques com estilo mais agressivo, rodas redesenhadas e lanternas com insertos escurecidos. Para arrematar, estão disponíveis quatro novas cores para a carroceria: Intense Red, Titanium Grey, Pearlescent White e Iron Blue.




Internamente, os ponteiros do quadro de instrumentos passam a ser vermelhos, combinando com detalhes como as molduras das saídas de ar e as extremidades dos bancos. O acabamento interno foi aprimorado e o Clio passa a contar com itens como sensor de estacionamento frontal, câmera de ré e assistente de estacionamento automático. São três opções de central multimídia: Media Nav Evolution (aplicada no Brasil a Duster e Oroch), R-Link Evolution (presente no Fluence) e o R&Go. Como opcional está disponível o sistema de som Bose.



Na linha 2017, o Clio terá opção de motor 1.5 dCi de 110 horsepower, movido a diesel, aliado ao câmbio manual de seis marchas. Esta transmissão também estará disponível para o modelo TCe a gasolina, de 120 horsepower. Há ainda outras duas opções de motores a gasolina ou diesel, ambos de 90 horsepower, e a disponibilidade do câmbio automatizado EDC, de dupla embreagem. Tanto o hatch quanto a Estate, bem como suas versões luxuosas Initiale Paris (com couro Nappa e opção de cor Givré Grey metálica), chegam às concessionárias europeias em setembro.


http://www.autorealidade.com.br/2016/06/renault-clio-passa-por-reestilizacao-no.html