IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

sábado, 2 de julho de 2016

Renault Alaskan: prima da Frontier é revelada por inteiro


À primeira vista, parece estranho a Renault revelar uma picape média-grande - a mesma categoria de Chevrolet S10, Toyota Hilux e Ford Ranger. Mas a Alaskan aproveita o know-how de uma representante conhecida dos brasileiros, a Nissan Frontier. Evidentemente, a Renault realizou algumas modificações mecânicas e visuais para distanciar uma da outra - e externamente, a Alaskan possui mais personalidade que a picape Nissan. A frente, com feixes de LED nos faróis e grade fluida, é mais interessante que as formas retas da Frontier.



Ainda que a Renault carregue uma grande expertise no segmento de veículos utilitários, a Alaskan é apenas a segunda picape que leva o losango da marca em toda sua história - sendo a primeira a Duster Oroch, lançada no Brasil em 2015, com capacidade de carga de 650 quilos. A Alaskan vai além e leva uma tonelada, e terá opções de cabine simples, cabine dupla, chassi-cabine (sem caçamba, com carroceria alargada ou estreita) e caçamba curta ou alongada. Apresentada à imprensa mundial na Colômbia, sua chegada ao Brasil é aguardada para o ano de 2018.



O nome Alaskan obviamente remete ao estado norte-americano do Alasca, que significa "grande terra". O estilo aproveita elementos antecipados pelo carro-conceito homônimo apresentado no ano passado: grade com detalhes em preto-brilhante e cromados, rodas de liga leve diamantadas de 16 ou 18 polegadas, além de lanternas e logotipia diferenciadas.



A picape cabine dupla conta com suspensão traseira de cinco braços, no lugar das molas do tipo feixe de lâminas tradicionalmente adotadas, com o objetivo de reduzir ruídos e vibrações de forma mais eficiente. As longarinas são reforçadas e fechadas, fator que influi na capacidade de reboque (3,5 toneladas). Outro fator positivo é a distância em relação ao solo de 23 centímetros.



A Alaskan traz como opcional um protetor de caçamba reforçado, resistente aos raios ultravioleta, repelente à água, com acabamento antideslizante, além de suporte de bicicleta, quatro ganchos para amarração de cargas e tomada de 12 Volts embutida.



O interior é praticamente idêntico ao da nova Frontier. Os bancos dianteiros contam opcionalmente com aquecimento e ajustes elétricos de 4 a 8 posições com suporte lombar. O ar-condicionado é do tipo dual-zone automático, com saídas de ar ajustáveis para os passageiros traseiros. No banco de trás, o espaço para os joelhos é de 58,9 centímetros e o ângulo do banco é de 23 graus. Há uma bandeja no console central, além de porta-objetos nas portas, porta-garrafas e espaço para objetos sob os bancos.



O motor Renault 2.3 dCi movido a diesel é similar ao do Master, com quatro cilindros, twin-turbo e níveis de potência de 160 ou 190 cavalos. Dependendo do mercado, também será disponibilizado um motor 2.5 a gasolina com 160 cavalos. Os tipos de câmbio são manual de 6 marchas ou automático de 7 marchas, com tração traseira (2WD, indicado para uso urbano em vias asfaltadas) ou integral 4WD High (acionável em movimento, a até 60 km/h, para manter a tração nas 4 rodas a até 100 km/h) e Low (acionada com a picape parada, em terrenos de baixa tração, como areia, neve e lama), que atua em conjunto com o diferencial eletrônico de deslizamento limitado (eLSD).



A picape Alaskan também conta com assistência de partida em subidas, controle de velocidade de descida em declives, controle eletrônico de estabilidade, freios ABS com EBD e assistente de frenagem de pânico, chave presencial com botão de partida, quadro de instrumentos com tela colorida de 5 polegadas, sistema de som com 4 ou 6 alto-falantes, comandos no volante, CD Player, rádio, comandos de voz e Bluetooth, GPS com tela sensível ao toque de 7 polegadas e visão em 360 graus do veículo proporcionada por quatro câmeras (no para-choque dianteiro, retrovisores e tampa traseira da caçamba), para evitar obstáculos em manobras em baixa velocidade.



A rede Renault Pro+ vai contar com 700 centros em 41 países até o final de 2016. Na América Latina, serão 65 unidades no Brasil, 18 na Argentina, 9 na Colômbia e 3 no Chile, até dezembro de 2016. A versão chassi-cabine poderá ser personalizada como ambulância, guincho, atendimento móvel, plataforma elevatória, reboque basculante, etc.


Também haverá uma gama de acessórios nas concessionárias, como extensor de caçamba, estribo metálico, divisor de caçamba, protetor de caçamba, suporte de bicicleta e ganchos deslizantes, caixa com divisórias, entre outros itens.

http://www.autorealidade.com.br/2016/07/renault-alaskan-prima-da-frontier-e.html