IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

sábado, 7 de maio de 2016

Os 9 tipos de inteligência que todos temos

Você já deve suspeitar que ir bem na escola não é a única medida de inteligência do mundo. Isso porque a educação acadêmica ignora certos tipos de habilidade em detrimento de outros.


Se você não é bom em matemática ou línguas, você pode ainda ser talentoso em outras áreas, mesmo que não saiba que é um tipo de inteligência também.


São nove
Em 1983, o psicólogo do desenvolvimento americano Howard Gardner descreveu nove tipos de inteligência:


Naturalista (inteligência de natureza);
Musical (inteligência de som);
Lógico-matemática (inteligência de números e raciocínio);
Existencial (inteligência de vida);
Interpessoal (inteligência de pessoas);
Corporal-cinestésica (inteligência corporal);
Linguística (inteligência de palavras);
Intrapessoal (autointeligência);
Espacial (inteligência de imagens).


O que outros cientistas pensaram que eram apenas habilidades menores, Gardener percebeu eram na realidade formas de inteligência.
Assim como ser um gênio da matemática lhe dá a capacidade de compreender o mundo, saber ler pessoas lhe dá a mesma capacidade, só que a partir de uma perspectiva diferente.


Naturalista
A inteligência naturalista designa a capacidade humana de discriminar entre seres vivos (plantas, animais), bem como a sensibilidade para outras características do mundo natural (nuvens, formações rochosas). Esta capacidade foi claramente de valor no nosso passado evolutivo como caçadores, coletores e agricultores, e continua a ser central em profissões como botânica ou chef de cozinha. Também é especulado que grande parte da nossa sociedade de consumo explora as inteligências naturalistas, que podem ser mobilizadas na discriminação entre carros, tênis, tipos de maquiagem e afins.


Musical
A inteligência musical é a capacidade de discernir entre ritmo, timbre e tom. Permite que as pessoas reconheçam, criem, reproduzam e reflitam sobre música, como demonstrado por compositores, maestros, músicos, vocalistas e ouvintes sensíveis. Curiosamente, muitas vezes há uma ligação afetiva entre música e emoções. Além disso, inteligências matemáticas e musicais podem compartilhar processos de pensamento comuns. Adultos jovens com esse tipo de inteligência são geralmente muito conscientes de sons que outros podem não notar.


Lógico-matemática
A inteligência lógico-matemática é a capacidade de calcular, quantificar, considerar proposições e hipóteses e realizar operações matemáticas completas. Ela nos permite perceber relações e conexões e usar pensamento abstrato, simbólico; ter habilidades de raciocínio sequencial; e ter padrões de pensamento indutivos e dedutivos. A inteligência lógico-matemática é bem desenvolvida em matemáticos, cientistas e investigadores. Adultos jovens com muita inteligência lógica são interessados geralmente em padrões, categorias e relacionamentos. São atraídos por problemas de aritmética, jogos de estratégia e experimentos.


Existencial
A inteligência existencial é a sensibilidade e capacidade de abordar questões profundas sobre a existência humana, tais como o sentido da vida, por que morremos, e como chegamos aqui.


Interpessoal
A inteligência interpessoal é a capacidade de compreender e interagir eficazmente com os outros. Trata-se de uma comunicação eficaz verbal e não verbal, a capacidade de notar as distinções entre outros, a sensibilidade aos humores e temperamentos dos outros, e a capacidade de ter múltiplas perspectivas. Geralmente, professores, assistentes sociais, atores e políticos exibem inteligência interpessoal. Adultos jovens com esse tipo de inteligência são normalmente líderes, bons em se comunicar e parecem compreender sentimentos e motivações dos outros.


Corporal-cinestésica
A inteligência corporal-cinestésica é a capacidade de manipular objetos e usar uma variedade de habilidades físicas. Essa inteligência também envolve um senso de tempo certo e perfeição de habilidades através da união mente-corpo. Atletas, dançarinos, cirurgiões e artesãos exibem essa inteligência bem desenvolvida.


Linguística
A inteligência linguística é a capacidade de pensar em palavras e usar a linguagem para expressar e apreciar significados complexos. Nos permite compreender a ordem e significado das palavras e aplicar habilidades metalinguísticas para refletir sobre nosso uso da linguagem. Essa inteligência é a competência humana mais amplamente compartilhada e é evidente em poetas, romancistas, jornalistas e oradores públicos. Adultos jovens com esse tipo de inteligência gostam de escrever, ler, contar histórias ou fazer palavras cruzadas.


Intrapessoal
A inteligência intrapessoal é a capacidade de compreender a si mesmo e seus pensamentos e sentimentos, e usar esse conhecimento no planejamento e direcionamento da vida. Essa inteligência envolve não só a valorização do eu, mas também da condição humana. É evidente em psicólogos, líderes espirituais e filósofos. Estes jovens adultos podem ser tímidos. São muito conscientes de seus próprios sentimentos e são automotivados.


Espacial
A inteligência espacial é a capacidade de pensar em três dimensões. Habilidades básicas incluem raciocínio espacial, manipulação de imagem, habilidades gráficas e artísticas e imaginação ativa. Marinheiros, pilotos, escultores, pintores e arquitetos exibem inteligência espacial. Adultos jovens com esse tipo de inteligência podem ser fascinados com labirintos ou quebra-cabeças, ou gostar de desenhar e sonhar acordado. [FundersAndFounders]