IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

domingo, 28 de agosto de 2016

Mediquês: fique por dentro dos termos usados pelos médicos...

Você já se sentiu confuso durante a consulta ou no pronto-socorro por não entender ao certo as orientações do especialista? Então, fique por dentro dos termos usados pelos médicos


Como se não bastasse não entendermos as letras das receitas médicas, é possível ouvir palavras que nem sabemos de onde vieram durante uma consulta. E você não está sozinho nessa situação. Dependendo do médico, fica bem difícil entender tudo o que ele diz. Mas, em qualquer circunstância, na dúvida, pergunte! Nada de ficar com vergonha. É da sua saúde que estamos falando. Então, nem pensar em procurar por esclarecimentos na internet.


Por mais que essa ferramenta possa ser útil, nem sempre os dados encontrados se aplicam a seu caso específico. A ideia inicial das idas tanto ao pronto-socorro quanto em uma visita a um especialista é que você saia de lá com todas as questões sanadas. Afinal, todos os médicos são treinados para isso!


Saber traduzir o “mediquês”
Cláudia Vasconcellos, professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP), conta que “esse processo se inicia com o estudante de medicina entendendo o novo termo e, a partir daí, ele deve fazer uma tradução para que qualquer paciente possa compreendê-lo”. O clínico geral e professor Paulo Camiz, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), diz que esse treinamento é bem realizado nas aulas práticas. “Nesse momento o aluno pratica a explicação do problema na linguagem adequada”, exemplifica Camiz. Cláudia lembra que essas traduções são também exploradas durante as aulas de semiologia – que é a parte da medicina relacionada ao estudo de sinais e sintomas de patologias –, em que o futuro médico aprende a fazer a história com o paciente e examiná-lo.


O valor da experiência
Daniel Petlik, cardiologista da unidade de Pronto Atendimento do Hospital Israelita Albert Einstein (SP), afirma que durante a formação a importância de usar uma linguagem que alcance a compreensão dos pacientes é sempre enfatizada. “Ao longo da vida profissional, ganhamos experiência e cada vez mais aprimoramos a maneira de falar com o paciente”, completa Petlik. Ou seja, se algo passou, não foi de propósito. Para você participar de forma mais ativada próxima consulta, separamos alguns dos termos usados na conversa entre médicos e pacientes. Ao menos estes você vai entender melhor.



Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/clinica-geral/mediques-fique-por-dentro-dos-termos-usados-pelos-medicos/6206/ - Por Letícia Ronche | Fotos: Shutterstock | Fonte Claudia Vasconcellos, professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP); Daniel Petlik, cardiologista da Clínica Vivere Sanus (SP), e Paulo Camiz, clínico geral e professor da USP e Hospital das Clínicas de São Paulo (HCFMUSP), glossário de termos médicos para jornalistas (Hospital Israelita Albert Einstein) e Manual Merck (MSD - Roca) | Adaptação Kelly Miyazzato.