IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

sábado, 25 de junho de 2016

Estresse: sintomas, causas e tratamento!

Estresse descreve uma resposta física ou emocional de um indivíduo a exigências ou pressões que possam ocorrer ao longo do tempo. As causas mais comuns de estresse incluem trabalho, dinheiro (ou a falta dele), relacionamentos e doenças. Os sintomas podem incluir irritabilidade, dificuldade em dormir ou relaxar, dores de cabeça e tensão muscular.
Estresse: causas
O estresse pode ser uma coisa positiva, ajudando um indivíduo a se motivar, ser estimulado. No entanto, se o estresse excede a capacidade da pessoa para lidar com ele, os impactos sobre a saúde física e mental podem ser grandes.
Nosso corpo reage a situações de estresse liberando dois hormônios: adrenalina e cortisol. Estas substâncias aumentam a pressão arterial, o açúcar no sangue, e melhoram a utilização da glicose pelo cérebro. No curto prazo, isso te deixa em um estado de alerta, mais preparado a dar uma resposta a uma situação que provoque o estado de estresse. No longo prazo, a exposição a esses picos hormonais pode trazer efeitos pesados sobre seu sistema digestivo, imunitário, e cardiovascular.
As pessoas lidam com o estresse de maneiras diferentes, e cada uma tem sua capacidade para lidar com as mudanças nos níveis de estresse ao longo da vida. Aqueles que desenvolveram estratégias eficazes para lidar com os estresses do dia a dia são menos propensos a desenvolver sintomas físicos e psicológicos. Geralmente, são as pessoas que desenvolveram uma rotina mais equilibrada entre família, trabalho, exercícios físicos, hobbies, e uma alimentação balanceada.
Causas do estresse
O estresse tem uma base hormonal, apesar de ser causado por estímulos externos. É saudável, desde que a pessoa saiba manter o estresse sob controle. (Foto: www.mybodytutor.com)
Estresse: sintomas físicos e psicológicos
Quando o estresse é controlável, e dura pouco tempo, não há problema. Agora, quando o estresse inclui um ou mais dos sintomas físicos e psicológicos abaixo, é sinal de que ele está saindo do controle, e é preciso tratamento:
  • Dificuldade de concentração
  • Falta de confiança
  • Depressão
  • Dificuldade em relaxar
  • Dificuldade com a tomada de decisões
  • Irritabilidade
  • Tensão e dores musculares
  • Energia baixa
  • Dores de cabeça
  • Alterações no apetite
  • Função sexual diminuiu
  • Falta de ar ou dificuldade em respirar
O estresse de longo prazo está associado com o desenvolvimento de vários problemas de saúde, pois altera a o sistema imunitário e sobre estimula o sistema nervoso. Esse estímulo pode alterar a frequência cardíaca, a pressão sanguínea, a digestão, entre outras funções básicas do organismo. Dentre os sintomas de longo prazo mais comuns estão:
  • Perda de cabelo (alopecia)
  • Palpitações cardíacas
  • Hiperventilação
  • Problemas gastrointestinais (por exemplo: indigestão, azia, síndrome do intestino irritável)
  • Agravamento das condições de pele (por exemplo: dermatite, eczema)
  • Pressão alta
  • Resfriados e gripe recorrentes
Se houver suspeita de que o estresse é a causa de uma doença psicológica ou física, um médico deve ser consultado. Um profissional de saúde irá excluir quaisquer doenças físicas ou mentais que possam ser a causa dos sintomas. O médico irá discutir o histórico e as circunstâncias do paciente, incluindo a identificação de elementos que possam estar presentes na vida da pessoa. O médico vai tentar averiguar o nível de estresse que a pessoa está enfrentando e sua capacidade de lidar com o estresse.
Gestão e e tratamento do estresse
Existem várias formas de gerir, aliviar ou lidar com o estresse. Estas incluem o exercício, mudanças na dieta, relaxamento, consultas com um psicólogo, visitas ao psiquiatra, e uso de medicamentos controlados. O tratamento mais eficiente é o tratamento global, ou seja, aquele que engloba uma ou mais das sugestões dadas.
Exercícios e dieta: desempenham um papel importante no alívio da tensão. Equilibre sua dieta visitando um nutricionista, e evite alimentos que podem aumentar a tensão como café, chá e alimentos ricos em açúcar. Exercício ajuda a liberar a tensão acumulada e aumenta a capacidade do organismo para lidar com o estresse. Faça exercício físico intenso (25 minutos) pelo menos 3 vezes por semana. Se você não está acostumado a fazer exercícios, discuta este assunto com um médico antes de começar.
Relaxamento: ajuda a reduzir a tensão muscular associada com o estresse. Existem muitas técnicas de relaxamento diferentes. Você pode praticar ioga, meditação, massagem. Algumas pessoas simplesmente tiram alguns minutos do dia para respirar, e acham isso o suficiente. Técnicas de respiração podem também funcionar para você.
Psicoterapia: discutir suas preocupações com um profissional, capacitado para te orientar sobre como lidar com o estresse ou descobrir a causa dele, pode te ajudar muito.
Terapias alternativas: acupuntura, massagem, homeopatia, fitoterapia e aromaterapia tem se mostrado eficazes tanto na prevenção quanto no alívio do estresse.
O uso de medicamentos no tratamento do estresse
Em casos graves de stress, a medicação pode ser prescrita para tratar alguns dos sintomas causados pelo estresse. Cada vez mais pessoas tem se tornado preconceituosas contra medicamentos mas, em alguns casos, eles não são só necessários como são essenciais no tratamento contra o estresse. Não tenha preconceito. Com a orientação e acompanhamento médico apropriados, o medicamento só tem a te fazer bem.
Tenha um hobby!
Um conselho que profissionais dão na gestão do estresse é ter um hobby. Um hobby é algo que te dá prazer ao fazer. Pode ser a leitura de um bom livro. Pode ser aeromodelismo. Você tem que descobrir algo que gosta de fazer e se dedicar a isso em seu tempo livre. Importante dizer: algo que você gosta de fazer sozinho, sem amigos, sem família, sem qualquer outra pessoa. Se em, algum momento, esse hobby começa a deixar de ser prazeroso, pode ser um claro sinal de que o estresse está aumentando, e você tem que tomar providências antes que vire uma bola de neve.
Já teve problemas para lidar com estresse? O que você fez? Quais dicas você tem para lidar com o estresse?
http://www.saudemelhor.com/estresse-sintomas-causas-tratamento/