IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

domingo, 1 de novembro de 2015

A REDEMOCRATIZAÇÃO E O GOVERNO SARNEY -- A campanha das diretas

A REDEMOCRATIZAÇÃO E O GOVERNO SARNEY -- 

A campanha das diretas 


 "Eu quero votar para presidente." Era esse o espírito de amplos setores da população brasileira no final de 1983. Siente disso, o partido dos Trabalhadores organizou, em novembro de 1983, na cidade de São Paulo, a primeira manifestação pública por eleições diretas para presidente, lançando a campanha que ficou conhecidas por Diretas Já. Outros partidos, depois, integraram a campanha.
   O entusiasmo tomou conta dos brasileiros em inúmeras manifestações populares, principalmente em São Paulo e Rio de Janeiro, estados governados pela oposição: Franco Montoro, do PMDB, em São Paulo, e Leonel Brizola, do PDT, no Rio de Janeiro. Em abril de 1984, em São paulo, um grande comício reuniu 1 milhão de pessoas a maior manifestação popular da nossa história.
   Todas as esperanças de reverter o quadro de baixo salário, inflação e autoritarismo estavam depositados na vitória pelas eleições diretas. Mas nãofoi o que aconteceu. Faltando 22 votos, a emenda constitucional que estabelecia a direção direta  para presidente foi derrotada na câmara dos Deputados.
                                   
                                  Um imprevisto dramático

  A eleição para presidente, previsto para 1985, ainda foi, portanto, decidida Colégio Eleitoral. Apresentou-se, pelo PDS, antiga Arena, Paulo Maluf, que havia sido prefeito e governador do estado de São Paulo, escolhido pelos militáres. Pela Aliança Democrática, formada por PMDB e PFE (esse último era uma dissidência do PDS), apresentaram-se Tancredo Neves, governador de Minas gerais, e seu vice, José Sarney, ex-presidente do PDS.
  Depois de 21 anos, finalmente os militares se retiraram da cena política: por larga margem de votos, Tancredo Neves venceu o adversário Paulo Maluf e foi eleito presidente.
  Tancredo Neves foi eleito, mais não tomou posse.Logos após a vitória, em 15 de janeiro de 1985, uma doença, até hoje não esclarecida, manifestou-se no presidente eleito. A faixa presidencial foi entregue a José Sarney, o vice-presidente.
  A população acompanhou com grandes expectativas a recuperação da saúde de Tancredo, que não ocorre. A morte de Tancredo Neves, em 21 de abril da quele ano, abalou o país. Por onde passou, o cortejo fúnebre do presidente eleito unio milhares de pessoas.

FONTE