IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

terça-feira, 10 de maio de 2016

Toyota Etios Automático.


mercado automotivo brasileiro foi contemplado nos último mês com dois lançamentos importantes de hatchs compactos na faixa até R$ 50 mil reais: Hyundai HB20 Turbo (partindo de R$ 47.445 reais) e Toyota Etios Automático (começando em R$ 47.490 reais). Neste artigo vamos analisar suas ofertas de equipamentos, dados de consumo e aspectos de conforto para responder à questão formulada no título: qual desses dois é a melhor opção até R$ 50 mil reais?
Hyundai Hb20 Turbo x Toyota Etios Automático - comparativo

Tendo em vista que os dois modelos têm preços praticamente idênticos, vamos começar a análise pela oferta de itens de série.

Equipamentos de série

Etios X 1.3 Automático (veja detalhes deste modelo aqui) conta com Toyota Smart Screen (painel digital), computador de bordo, antena externa do tipo short pole, descansa-braços no assento do motorista, banco traseiro com encosto rebatível; direção eletroassistida progressiva (EPS); ar-condicionado; abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível; chave com comando de abertura e fechamento das quatro portas; console central com dois porta-copos dianteiros e um traseiro; para-sol com espelho de cortesia para motorista e passageiro; alarme de advertência para portas abertas, chave na ignição e cinto de segurança; vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, sendo o do motorista com função auto-down; travas elétricas.

Toyota Etios Automático - interior - painel
Toyota Etios Automático - painel
Ambos os modelos contam com os itens obrigatórios de segurança: airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS.

Hyundai Hb20 Turbo - interior
Hyundai Hb20 Turbo - interior
Já o Hyundai HB20 Comfort Plus Turbo é mais completo, trazendo todos os itens do Etios X e mais Retrovisores elétricos com luz indicadora de direção, sistema de som com comandos multifuncionais no volante, banco do motorista com regulagem de altura, travamento automático das portas (15 km/h), alerme e rodas de 15 polegadas, evidenciando que o modelo sul-coreano é o vencedor neste quesito de equipamentos.

Consumo e Desempenho

O quadro abaixo traz um resumo dos dados de desempenho, consumo, preço e características dos dois modelos (grifo azul no melhor indicador).

Hyundai HB20 TurboToyota Etios X Automático
PreçoR$ 47.445,00R$ 47.490,00
Motor1.0 Turbo1.3 VVT-i aspirado
Potência (cv) (Etanol/Gasolina)105 / 9898 / 88
Torque (Kgfm - Etanol / Gasolina)15 / 13,113 / 12,1
Desempenho (dados dos fabricantes) - Consumo (INMETRO)
Consumo etanol - cidade8,28,2
Consumo etanol - estrada10,19,2
Consumo gasolina - cidade11,611,8
Consumo gasolina - estrada14,313,3
Aceleração de 0 a 100 Km/h (G) [s]12,112,5
Velocidade máxima [Km/h]170178
Dimensões / Capacidades
Porta-malas[l]300270
Comprimento [m]3,923,77
Entre-eixos [m]2,52,46
Peso980940

Segundo dados de desempenho informados pelos fabricantes, abastecidos com gasolina, o Hyundai HB20 Turbo acelera de 0 a 100 Km/h em 12,1 segundos, sendo 0,4 mais rápido com o Etios X 1.3 Automático. O HB20 é também mais veloz (8 Km/h a mais de velocidade máxima), sendo que essa vantagem convergente com o fato de que o motor 1.0 Turbo do HB20 tem 10 cavalos e 1 Kgfm a mais com gasolina, contrabalanceando em parte o fato de ser mais 40 Kg mais pesado.

Hyundai Hb20 Turbo - interior
Hyundai Hb20 Turbo - interior
O HB20 é também ligeiramente mais econômico, com vantagem de 4,7% sobre o Etios com etanol, e de 2,7% com gasolina. É importante considerar, porém, que na situação mais provável de uso, que é no uso urbano (cidade) com gasolina, o Etios X 1.3 Automático consome 11,8 Km/l, enquanto o Hyundai HB20 fica em 11,6 Km/l, evidenciando que na maior parte dos usos dos consumidores, o Etios X 1.3 Automático será mais econômico.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é que, apesar de o HB20 Turbo se mostrar mais rápido na aceleração de 0 a 100 Km/h, ele adota um motor turbo sem injeção direta, sem tecnologia de partida a frio com etanol sem sub-tanque auxiliar, e só conta com comando de válvulas variável na admissão, enquanto o motor 1.3 aspirado do Etios tem comandos variáveis tanto na admissão quanto no escapamento.

O resultado dessas escolhas é que o HB20 Turbo só começa a apresentar maior agilidade acima de 3.000 RPM, mostrando-se lento abaixo desses regimes, como ficou claro em testes que foram realizados com o modelo, obrigando o motorista a operar muitas trocas de marchas.

 Toyota Etios Automático - interior - painel digital
 Toyota Etios Automático - interior - painel digital
Situação diametralmente oposta é a verificada pelo Etios X 1.3 Automático, que apesar de menos potente, conta com curva de torque mais bem distribuída, sem fraqueza em baixos regimes, e ainda contando com uma excelente transmissão automática com conversor de torque que dá ao modelo ainda mais agilidade em baixos regimes.

 Toyota Etios Automático - interior - descansa braço central
 Toyota Etios Automático - interior - descansa braço central
Assim, no uso do dia à dia em cidade, o Etios X 1.3 Automático se mostra um carro mais ágil e responsivo, enquanto o HB20 1.0 Turbo mostra-se um pouco melhor em estrada, graças a maior potência do seu motor.

Conforto, comodidade e praticidade

A oferta de uma transmissão automática convencional de quatro marchas no Etios (que foi muito elogiada na avaliação do modelo pelo site Autoentusiastas - veja aqui) criou um novo paradigma de conforto e comodidade no segmento de carros de entrada.



É fato que quem usa um carro com transmissão automática dificilmente aceita voltar para um modelo com câmbio manual, visto que a transmissão automática traz um conforto inigualável para o motorista, especialmente (mas não só) em grandes cidades congestionadas.

 Toyota Etios Automático - câmbio automático de quatro marchas
 Toyota Etios Automático - câmbio automático de quatro marchas
Assim, enquanto o Etios X 1.3 Automático oferta uma moderna e eficiente transmissão automática de quatro marchas, o motorista do HB20 Turbo terá que se virar para acionar a embreagem e trocar as seis marchas de sua transmissão - algo que se torna muito estressante e irritante especialmente em trânsito urbano.

Hyundai Hb20 Turbo - câmbio manual de seis marchas
http://www.car.blog.br/2016/05/hb20-turbo-x-etios-automatico-qual-o.html
Some-se ao fato de que o Etios conta com direção elétrica, que é mais leve e agradável que a hidráulica do HB20 Turbo, então tem-se um quadro que aponta grande vantagem do Etios na questão de conforto, praticidade e comodidade, algo que entendemos decisivo.

Conclusão

Toyota e Hyundai apostaram na introdução de novas tecnologias mecânicas para ampliar a competitividade dos seus modelos de entrada. A Hyundai ofereceu um turbo para o motor 1.0 do HB20, enquanto a Toyota partiu para um novo motor 1.3 aspirado no Etios, mais potente, e adotou uma transmissão automática de quatro marchas.

Hyundai Hb20 Turbo x Toyota Etios Automático - comparativo
Toyota Etios X Automático é opção mais confortável, cômoda e prática que o HB20 Turbo
O resultado é que o HB20 melhorou seu desempenho e manteve o consumo, mas o Etios, com suas transmissão automática, oferece uma ampla vantagem em termos de conforto, comodidade e praticidade, apresentando desempenho e consumo similares ao do HB20 Turbo, o que torna o modelo da Toyota uma opção vantajosa e interessante nesta faixa de preço até R$ 50 mil reais.


3 COMENTÁRIOS:

  1. Nesse caso, nem teria dúvidas: Etios! Apesar de ter apenas 4 marchas, é um automático de verdade, e melhor, é um câmbio super confiável e bem testado no Corolla. Esse motores da Toyota são muito eficientes, andam bem e gastam pouco.
    Responder
  2. Já fiz uma pequena viagem com um etios sedan 1.5, achei bem sem graça, um legítimo meio de transporte e mais motor que carro, basta 140km/h para começar a passarinhar, isso falando em estrada boa, perfeita, inclusive pouco depois estava na estrada com um etios sedan na minha frente e vi claramente o carro passarinhando nestas velocidades, se não soubesse que era normal teria mentalmente criticado o motorista, fora que mesmo a 110km/h quando você precisa freiar ele não passa confiança, ao menos para quem está acostumado com um carro Equilibrado como um Vw, se vier de um siena da vida aí não vai notar nada errado. Não que a pessoa vá andar em altas velocidades com ele porém se não tem bom comportamento a velocidades destas, em menores contra sendo um carro pouco estável.
    Também não me agradou o banco, achei bem desconfortável mas esses novos já devem ter tido alguma mudança, o próprio encosto de braço já faz diferença.
    Esse novo está com mais firulas, melhorou visualmente por dentro (por fora continua horrível) porém continua aquele painel errado, não é nada agradável olhar para o lado para ver as informações básicas e iluminação azul também apesar da moda incomoda a noite e é de difícil leitura.
    Agora automatico, alegria dos taxistas!
    Responder
  3. pena que a aparência do etios, seja assim(feinho de doer).
    Responder