IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

sábado, 1 de outubro de 2016

Teste de qualidade reprova 8 marcas de azeite vendidas no Brasil

A associação de defesa do consumidor Proteste testou em laboratório 20 marcas que se dizem extravirgem; 40% delas foram reprovadas por trazer informações inverídicas no rótulo
Azeite de oliva. Imagem ilustrativa. 

Foto: Visual Hunt/Reprodução

Será que o azeite extravirgem que você compra no mercado é realmente extravirgem como informado no rótulo? Um teste de laboratório realizado pela associação de defesa dos consumidores Proteste com 20 marcas de azeite (nacionais e estrangeiras) vendidas no Brasil revelou que em 40% dos casos o rótulo traz informações inverídicas sobre o produto.

Foram reprovadas no teste por não poderem ser considerados azeite de oliva as marcas Pramesa, Figueira da Foz, Tradição e Quinta d’Aldeia – em teste anterior da associação em 2013, as três últimas também foram desclassificadas. Já as marcas Qualitá, Beirão, Carrefour Discount e Filippo Berio são azeite de oliva, mas não podem ser considerados extravirgem.

Marcas reprovadas no teste da Proteste: Pramesa, Figueira da Foz e Tradição.
Foto: Proteste/Reprodução

O teste em laboratório averiguou se há impurezas, umidade, presença de metais, outros óleos que não sejam de oliva, entre outros critérios. Segundo a associação, nem todas as informações que estão na embalagem são confiáveis: o azeite de oliva, por exemplo, é um dos produtos difíceis de serem avaliados antes de provar.
Gazeta do Povo / Yahoo