IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Consumo de gengibre pode ajudar a tratar câncer de mama...

Muito utilizado em chás ou em raspas que podem ser adicionadas a sucos, iogurtes ou saladas, o consumo de gengibre está muito associado a benefícios para o trato intestinal e na prevenção de gripes e resfriados. No entanto, uma pesquisa recente mostra que uma substância presente na raiz também pode ajudar no tratamento do câncer de mama.
O estudo aponta que um composto presente no gengibre pode ajudar no tratamento de câncer. Foto: iStock, Getty Images
Composto ainda está em fase de testes

O composto em questão é denominado [10]-gingerol, uma substância isolada do gengibre que está em fase de testes no Laboratório de Biologia do Envelhecimento (LABEN) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A molécula demonstra potencial para ser usada no tratamento de câncer, seja isoladamente ou em conjunto com a quimioterapia, podendo reduzir os efeitos colaterais. Ela já foi testada e obteve resultados positivos contra neoplasias mamárias, mas deve ser testada ainda também em tumores na próstata, no pulmão e no colo de útero.

Segundo a professora Márcia Cominetti, uma das responsáveis pelo estudo, o composto exerce uma atividade específica: a de matar mais células tumorais em comparação com células normais, por um mecanismo chamado de morte celular programada.

A substância possibilita que não ocorra a inflamação nos tecidos, efeito que se espera de um medicamento anti-tumoral. O estudo, que começou em 2010, foi realizado em parceria com o Departamento de Química da UFSCar, responsável por fornecer amostras de compostos de origem natural extraídos de plantas, como a catuaba e a laranja, além do gengibre.

Por enquanto, já se comprovou que a substância, além de conseguir inibir o crescimento do tumor primário de mama, também inibe metástases, que ocorrem quando células do tumor primário se deslocam e passam a afetar outros órgãos.

O [10]-gingerol mostrou inibir a multiplicação de tumores pulmonares, ósseos e cerebrais. Segundo Cominetti, a descoberta é de grande importância, já que há poucos medicamentos utilizados para combater tumores cerebrais e, nesses casos, muitas vezes a cirurgia é praticamente inviável.

Outros três benefícios do consumo de gengibre

Enquanto novos estudos não atestam a real eficácia do consumo de gengibre contra o câncer, você pode continuar aproveitando os vantagens já mais conhecidas dessa raiz. Confira três desses benefícios:
Ajuda a emagrecer

O gengibre auxilia na perda de peso porque atua como acelerador do metabolismo, estimulando a queima de gordura corporal. Os compostos 6-gingerol e 8-gingerol, presentes nessa raiz, aumentam a produção de calor e suor, o que também ajuda no emagrecimento.
Combate a azia

O raiz também é bastante utilizada para combater azia e gases intestinais. Se você sofre desses males, consuma quatro xícaras de chá ao longo do dia. A bebida quente deve ser feita na proporção de uma colher de gengibre para cada xícara de água.
Atua como antioxidante e anti-inflamatório

Para que sofre seguidamente com gripes e resfriados, o gengibre também é muito útil, graças ao seu poder antioxidante. Além disso, ele também tem ação anti-inflamatória, melhorando os sintomas de artrite, dor muscular e doenças respiratórias, como tosse, asma e bronquite.

http://doutissima.com.br/2016/06/22/consumo-de-gengibre-pode-ajudar-tratar-cancer-de-mama-14830596/